Gordura localizada: como eliminá-la?

Horas e horas de ginástica para perder os famosos “pneuzinhos”, mas nada deles desaparecerem completamente, não é mesmo? A verdade é que muito exercício físico ajuda a emagrecer, mas não elimina a gordura localizada. Então, o que fazer quando estamos magros, mas sem o contorno corporal desejado? Alimentação saudável unida a atividades físicas e uma técnica cirúrgica, podem ajudá-lo com o problema.

Fazer abdominais, por exemplo, não reduz a localizada. O que pode acontecer é se a prática for realizada com frequência, a musculatura será fortalecida, porém a gordurinha fica por baixo da barriguinha sarada. Outro mito é o de subir e descer escadas, contudo, este exercício aeróbico apenas acelera a frequência cardíaca (mais rápida em sedentários), o que não é suficiente para eliminação de gordura. A atividade aeróbica só será capaz de reduzi-la, quando praticada durante o período mínimo de 30 minutos, e ainda assim, com uma frequência cardíaca não tão alta.

Mas não existe milagre. Tanto para emagrecer quanto para perder os “pneuzinhos” ou culotes, se faz necessária uma alimentação saudável. Evitar alimentos gordurosos e consumir mais frutas, legumes e verduras é importante para que não haja ganho de peso, além de ser ótimo para saúde.

Como um complemento às atividades, você pode optar por um procedimento cirúrgico, como: Lipoaspiração, Lipolaser, Lipoescultura, Vibrolipoaspiração ou Vibrolipo, Hidrolipo, Minilipo, Lipo Light, Lipo Fracionada, HLPA (Hidrolipoclasia aspirativa), TDGL (Tratamento definitivo de gordura localizada), Lipo Weekend, entre outras.

Entretanto, lembre-se: se optar por fazer uma cirurgia plástica, você deve consultar um cirurgião plástico especialista, de preferência membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), pois ele poderá avaliar e indicar qual a melhor solução para o seu caso.

 

Sem comentários ainda.

Escreva um comentário!

Comentário