A diferença da Lipoaspiração comum e da HLPA

Atualmente a HLPA é o método de lipoaspiração mais prático para eliminação de gordura localizada.

As vantagens da HLPA são muitas, e dentre elas: a retirada uma quantidade maior de gordura corporal, enquanto uma cirurgia comum retira somente 7% do seu peso corporal, a HLPA tira 2 litros da gordura; o tempo de recuperação dos pacientes é menor, sendo no mesmo dia da cirurgia, ou no dia seguinte; 2 médicos estarão presente todo o tempo durante a sua sessão, sendo 1 clínico e um cirurgião plástico; normalmente é realizado uma área por vez para não ultrapassar a dose tóxica de anestésico no organismo; e o mais importante, a anestesia é local e não geral, como nas cirurgias de lipoaspiração comum, o que é muito mais seguro para a paciente, pois não há risco de parada cardíaca, como recentemente aconteceu à uma paciente de Porto Alegre, Lívia Marcello. Ela estava se submetendo a uma lipoaspiração e implante de silicone nos seios quando sofreu uma parada cardíaca.

 

Quais os perigos da lipoaspiração comum?

Algumas clínicas oferecem as operações como se fossem simples procedimentos cosméticos. E a maioria dos pacientes ignora ou menosprezam os perigos, mesmo sabendo que é uma cirurgia envolve cortes e anestesias que podem prejudicar a saúde e o bem estar, como o caso de Priscila de Sousa, de 18 anos, que ficou mais de quatro meses em coma, pois os quilos adquiridos durante a gravidez pesavam na sua autoestima. Chegando ao fim da cirurgia, Priscila teve produção excessiva de saliva e queda do grau de saturação de oxigênio no sangue, da frequência cardíaca e da pressão. Os médicos acharam ser epilepsia, mas a paciente não possuía essa doença, então começaram a desconfiar de um possível efeito da anestesia.

Outra complicação séria é a toxidade decorrente da anestesia. O paciente fica tonto, agitado, sonolento ou com zumbido nos ouvidos, fala enrolada, gosto metálico na boca, perda de sensibilidade nos lábios e língua, tremores, espasmos musculares e convulsões. A toxidade por lidocaína pode fazer o coração parar, sendo fatal.

Também pode ocorrer na lipoaspiração comum, a compressão dos nervos e alterações nas sensações. Neste caso, o paciente pode sofrer formigamento ou inchaço no local da lipoaspiração. O paciente também corre risco de perfuração dos órgãos durante a cirurgia.

Por fim, não são poucos os riscos que o paciente que optar pela lipoaspiração comum está sujeito.

Com a HLPA você não sente dor, a anestesia local é segura, a recuperação é rápida, quase imediata.

Agende sua avaliação com um profissional!

Sem comentários ainda.

Escreva um comentário!

Comentário